5 erros comuns na entrevista de emprego: se prepare!

5 erros comuns na entrevista de emprego: se prepare!

Postado por: Minha Região ABC

Se você está em busca de um novo emprego, anote essas dicas e dê um grande passo para a sua recolocação no mercado de trabalho

O desemprego atinge hoje no Brasil cerca de 12,9 milhões de pessoas. Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) reforçam que esta é uma grandes dificuldades da população, e que os números cresceram bastante em função da pandemia de coronavírus, que assola o mundo desde o início do ano. Ainda segundo pesquisa, a alta na taxa de desempregados em comparação ao mês de maio foi de 27,6%.

E para muitos que estão em busca de uma recolocação no mercado de trabalho, ou mesmo em busca de uma primeira oportunidade, o momento da entrevista de emprego pode ser um grande bicho-papão.

Se você se enquadra entre os quase 13 milhões de brasileiros que estão sem emprego, e conseguiu a oportunidade de participar de uma entrevista, bom sinal: o seu currículo certamente foi bem analisado e os recrutadores avaliaram que seu perfil se encaixa na vaga oferecida.

Para não deixar a chance escapar, atenção! Separamos os cinco erros mais comuns cometidos em entrevistas de emprego para você se preparar bem e ficar ainda mais perto de um novo emprego.

1. Atenção com a pontualidade

Em função da pandemia, muitas empresas estão optando por fazer as entrevistas por vídeo, evitando o deslocamento do candidato e o contato entre as pessoas. Se este não for o seu caso, se prepare com antecedência. Mesmo alguns poucos minutos de atraso podem ser decisivos, pois muitas empresas excluem quem não chega na hora, ou mesmo já encaram como falta de profissionalismo.

Pesquise qual a melhor maneira de chegar até o local da entrevista (se for utilizar transporte público confira os horários das linhas, e se for de carro analise as melhores rotas) e não esqueça de considerar o horário marcado – muitas vezes o trânsito muda em decorrência da hora do dia. Além disso, saia de casa adiantado, mas cuidado: chegar muito mais cedo também pode passar uma imagem de ansiedade. É preferível chegar antes e tomar uma café na lanchonete mais próxima, e assim equilibrar o horário.

Agora, caso sua entrevista seja realizada de forma remota, por vídeo, um problema a menos. Não vale usar a desculpa de que pegou trânsito da cozinha para o escritório, ok? Confira se a sua conexão está boa com uma certa antecedência e aproveite para pedir a colaboração das outras pessoas da casa para fazerem silêncio durante a sua conversa.

2. Falar mal do emprego/empregador anterior

Ainda que você tenha tido experiências ruins e desgoste do ambiente do seu emprego anterior ou mesmo do seu chefe, a entrevista de emprego não é o momento de criticá-los. Se for perguntado sobre o motivo de estar em busca de outra vaga, ou sobre porque você saiu do emprego anterior, seja sincero (afinal mentir nunca é a melhor opção), mas mostre maturidade e responda que procura novos desafios, um emprego melhor e com mais perspectiva. Não deixe que o recrutador entenda que é do seu perfil reforçar os pontos negativos da empresa.

3. Não conhecer a empresa

Um questionamento bastante comum nas entrevistas de emprego é “por que você quer trabalhar lá”. Neste momento, atenção com duas coisas: 1) evite o clichê de dizer respostas genéricas; 2) mostre que você estudou sobre a marca e que realmente tem interesse em trabalhar lá.

Aproveite para valorizar seus conhecimentos e reforçar os motivos que te fazer ser o melhor candidato à vaga.

4. Erros de português

Se você passar por uma prova escrita, este item deve ser o primeiro na sua lista de atenção. Preencha suas respostas com calma e revise antes de entregar.

Durante a conversa também tente manter a calma, já que o nervosismo pode te levar a cometer erros bobos que normalmente você não teria. Responda às perguntas de forma tranquila e evite usar palavras difíceis – mas nada de ser totalmente informal, com brincadeiras e intimidade excessivas.

5. Saiba se vender bem

Ninguém melhor do que você para se conhecer e defender o motivo de você ser a melhor opção da empresa para aquela vaga. Evite dar respostas vagas e use exemplos positivos de suas experiências nos empregos anteriores, destacando suas habilidades.

Essa é uma das partes que você já pode treinar em casa, para chegar com o discurso na ponta da língua. Pense quais são os momentos mais importantes da sua carreira que valem a pena ser contados para não ser monossilábico na hora da entrevista.

Texto: Redação
Foto: Divulgação

0 0 50 01 outubro, 2020 Minha Região, Regional outubro 1, 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *