Casa do Hip Hop de Diadema faz 18 anos como referência no Brasil

Casa do Hip Hop de Diadema faz 18 anos como  referência no Brasil

Postado por: Minha Região ABC

Neste sábado, a partir das 10h, a primeira Casa de Hip Hop pública do Brasil, em Diadema, abre suas portas para brindar o aniversário de 18 anos.

Segundo o secretário de Cultura, Eduardo Mina, o Centro Cultural Canhema/Casa do Hip Hop é um importante polo de difusão e formação.“Fazendo uma retrospectiva vemos que o trabalho desenvolvido na Casa, utilizando os elementos do Hip Hop, deu bons frutos. Ela é conhecida mundialmente,  outras casas surgiram no Brasil com esse propósito e as ações ali desenvolvidas proporcionaram e continuam promovendo nas pessoas novas perspectivas de vida, formação e acesso a cultura”, disse.

A coordenadora do espaço, Luzia de Pade, explica que a Casa é importante porque conseguiu nesses anos todos divulgar, ensinar  e manter  a Cultura Hip Hop. “Este espaço representa a resistência. Uma casa pública que realiza um trabalho aberto a todos e consegue mantê-lo vivo e pulsando é fundamental. A Casa está de pé porque tem raiz e as pessoas que aqui passaram ou permaneceram contribuíram para o seu fortalecimento”, afirma.

Serão 18 horas de programação, cada uma delas brinda um ano de existência da Casa. Haverá diversas atrações artísticas: música, performances de danças com alunos da Casa, batalhas de MC’s e  B-Boys  e apresentação de Graffiti e de DJs.

Além da parte artística, o espaço sediará o “Encontro das Casas 2017”, onde integrantes de várias casas de hip hop do Brasil –  São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Distrito Federal – vão falar sobre suas experiências e ver formas sustentabilidade para que as casas funcionem com independência.

Outro ponto forte dos festejos será a comemoração do “Dia Nacional da Mulher Negra e Dia da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha”, com as presenças de diversas mulheres artistas de Diadema e de outras cidades da região. A data foi criada no ano de 1992, durante encontro na Cidade de São Domingo, na República Dominicana, como forma de combate ao racismo e ao sexismo.

A festa termina no sábado, às 20h, com o show de Beto Criolo e Banda e convidados.  O rapper irá cantar várias canções, entre elas as que compõem o cd autoral “Sou Porque Somos”.

Entrada no Giro Cultural

Outra marca nas festividades dos 18 anos da Casa é a sua entrada como terceiro roteiro do Giro Cultural Diadema, programa da Secretaria Municipal de Cultura que visa a formação de público e difusão da cultura local.

Desde o dia 25 de julho o espaço começou receber frequentadores da Santa Casa, que fica no bairro, e adolescentes da Fundação Casa. As visitas monitoradas acontecem até o dia 28 de julho e levam os participantes a interagirem com DJs, dançarinos, grafiteiros e MC’s e ter mais informações sobre a Cultura dos Quatro Elementos.

Depois dos festejos o Giro Cultural passa a funcionar todas as sextas-feiras, no horário das 9h e 14h. Implantado no começo do ano o programa já atendeu mais de 3 mil pessoas com os outros dois roteiros iniciais.

Trabalho pioneiro

Inserido dentro do Centro Cultural Canhema, a Casa do Hip Hop de Diadema foi criada em 29 de julho de 1999. Reconhecida internacionalmente ela foi pioneira por ser a primeira casa pública a utilizar elementos do Hip Hop como processo de formação, conhecimento e difusão da cultura junto aos jovens.

Isso ocorre por meio de oficinas que realiza utilizando os elementos da Cultura Hip Hop:  DJ (discotecagem); Breaking (dança de rua), Graffiti (grafite) e MC (mestre de cerimônia). As formações são gratuitas e tem duração semestral.

Para Tiago Silva Azarias, o Zaka, a Casa do Hip Hop de Diadema foi importante em sua vida. Ele conta que frequentou ao local por mais de cinco anos e participou das oficinas de Breaking e Grafite. “Eu cheguei na Casa em 1999 trazido por uma amigo de escola. Fiz as oficinas, e o bacana, é que além de Hip Hop eu tive contato com outras linguagens artísticas quando assistia aos espetáculos de dança, música e teatro oferecidos. Eu aprendi muito com essas coisas e, além disso, conheci muitos pessoas”, afirma o ex-aluno.

 

PROGRAMAÇÃO DE ANIVERSÁRIO

Giro Cultural –  Dias 27 e 28 de julho, às 9h e 14h. Participantes: frequentadores da Santa Casa de Diadema e internos da Fundação Casa.

Dia Nacional da Mulher Negra & Dia da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha –  Dia 28 de julho, a partir das 15h30. Encontro com mulheres negras, suas histórias e experiências. Convidados: Sandrinha Black, Val Ocasional, Lilia Reis, Paty Batuca, Geni Santos, Ordalina Cândido e DJ Boby. Apresentação da Companhia de Danças da Melhor Idade.

Aniversário da Casa do Hip Hop – Dia 29 de julho (sábado)

10h    – B-Boy Stilt

13h    – Abertura oficial com G. Box e DJ Boby dando as boas vindas

13h30  –  DJ Dipper

14h      –   B-Boy Stilt

14h15  –  Apresentação do Grupo de Capoeira dos mestres Preá e Feijão

14h/15h – Inscrição para Batalha de MC´s

15h      – Batalha de Breaking – 8ª e 4ª etapas de final (DJ Boby)

15h40  – Batalha de MC´s –  1ª etapa

16h10  – DJ Taty Laser

16h40  – Batalha de MC´s  – 2ª etapa

17h10  – Semifinal da Batalha de Breaking

17h40  –  DJ Bia Sankofa

18h10  –  DJ Ominira

18h40  – Final da Batalha de Breaking

19h      –  Final da Batalha de MC´s

19h30  –  Apresentação de Reppers da Casa

20h      –   Encerramento com show de  Beto Criolo e Banda e  Convidados

Texto: Minha Região ABC
Foto: Divulgação/PMD

0 0 460 28 julho, 2017 Diadema, Minha Agenda Cultural, Minha Agenda Destaque julho 28, 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *