CGE ABC alerta para tempo seco na região até o fim da semana e orienta cuidados a serem tomados

CGE ABC alerta para tempo seco na região até o fim da semana e orienta cuidados a serem tomados

Postado por: Minha Região ABC

Devido à baixa Umidade Relativa do AR (UR) dos últimos dias e prevista para os próximos, o Centro de Gerenciamento de Emergências ABC (CGE ABC), mantido pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC, alerta os moradores para o tempo seco na região até o fim de semana. Nesta quarta-feira (24/7), no período da tarde, a UR mínima deve ser de 35%, prosseguindo com índice próximo na quinta-feira (25/7). A situação deve melhorar um pouco no fim de semana, com UR prevista entre 50% no sábado e 65% no domingo.

O Grupo de Trabalho (GT) Gestão de Riscos do Consórcio ABC, formado pela Defesa Civil dos sete municípios, alerta que a UR registrando entre 20% e 30% gera “estado de atenção”.

“Nessas condições, a orientação é evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h; umidificar o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins, entre outras medidas. Também é aconselhável, sempre que possível, permanecer em locais protegidos do sol ou em áreas vegetadas, além de consumir bastante água”, orienta o coordenador do GT Gestão de Riscos,Rafael Neves.

Segundo dados da Defesa Civil Estadual, neste mês, até esta quarta-feira (24/7), o Grande ABC registrou apenas três dias com chuvas, sendo volume significativo somente no último dia 5. O CGE ABC prevê que há uma pequena chance de a chuva visitar o ABC neste sábado, em pontos isolados – a partir de quinta-feira (25/7) haverá um ligeiro aumento da nebulosidade.

“Com esse tempo seco, também alertamos para o risco de incêndios na região”, comenta Rafael Neves.

Operação Inverno

Neste período do ano em que ocorre da queda nas temperaturas, o GT Gestão de Riscos também realiza a Operação Inverno. Por conta do risco de morte na população de rua em decorrência do frio, O CGE ABC sempre envia alertas às Defesas Civis da região, que compõem o GT, para que comuniquem os setores de assistência social de cada município para reforçar o trabalho de acolhimento.

“Cada prefeitura tem ações individuais, mas mantemos comunicação regional para que haja integração intermunicipal nesse trabalho, que pode salvar vidas”, afirma Rafael Neves.

0 0 88 24 julho, 2019 Minha Região, Regional julho 24, 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *