Moradores do ABC registram uma reclamação a cada 80 minutos sobre aumento abusivo na conta de energia elétrica

Moradores do ABC registram uma reclamação a cada 80 minutos sobre aumento abusivo na conta de energia elétrica

Postado por: Minha Região ABC

O Grande ABC apresentou média de 1 reclamação registrada a cada 80 minutos sobre aumento abusivo na conta de energia elétrica. Segundo dados dos Procons Municipais, atualizados até esta segunda-feira (29/6), a região recebeu 531 reclamações de consumidores em relação ao valor cobrado na conta de luz de junho. Diadema lidera a lista, com 330 denúncias, seguida de Santo André (70), São Bernardo do Campo (45), São Caetano do Sul (30), Ribeirão Pires (23), Rio Grande da Serra (21) e Mauá (12).

Por conta da alta demanda, o Procon Consórcio ABC, órgão regional de defesa do consumidor, anunciou que vai lançar um canal prioritário para o atendimento de consumidores das sete cidades em casos de reclamações sobre o aumento nas contas da concessionária de energia Enel. A iniciativa é resultado da parceria entre Procon-SP e Procons Municipais, beneficia os moradores de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Ainda não foi definido qual formato e como será feito este sistema.

Conforme acordado entre Procon-SP e Enel, contas com aumento acima de 30% vão ser auditadas e a Enel será notificada para que esclareça os cálculos e informe como chegou ao valor final da conta. Constatado erro no faturamento, a empresa deverá retificar a fatura e enviar uma conta com os valores corretos, sem cobrança de multa ou juros. As irregularidades verificadas nas contas serão encaminhadas para a fiscalização e poderão gerar multa para a Enel.

Para os casos em que, após análise, ficar constatado que o valor está correto, a Enel irá oferecer em até 12 vezes no cartão de crédito, sem juros. No pagamento por meio de boleto, a concessionária atualmente permite o parcelamento em até oito vezes, mas está preparando seus sistemas para poderem parcelar em até dez vezes. 

Outra medida é que não haverá cortes de energia em unidades residenciais por falta de pagamento até 31 de julho, conforme definido em resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

O diretor de Relações Institucionais do Procon-SP, João Bôrro, informou que o canal vai concentrar, em um único local, todas as reclamações relacionadas à concessionária. Além disso, a Enel terá uma ouvidoria para atender exclusivamente o Grande ABC, diminuindo o tempo de respostas das demandas.

“Estamos criando um canal que será muito mais ágil para dar andamento para as reclamações relacionadas à Enel, que cresceram muito durante a pandemia”, afirmou Bôrro.

O secretário-executivo do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Edgard Brandão, destacou que o novo canal consolida o trabalho e a importância do Procon Consórcio ABC em benefício dos consumidores das sete cidades. “O cidadão do Grande ABC poderá contar com um serviço ágil e eficiente”, afirmou.

Foto: Divulgação/Consórcio ABC

0 0 756 30 junho, 2020 Minha Região junho 30, 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *