Santo André aponta que quase metade dos pacientes não vai em consulta agendada

Santo André aponta que quase metade dos pacientes não vai em consulta agendada

Postado por: Minha Região ABC

Um balanço realizado pela Secretaria de Saúde apontou que no primeiro semestre deste ano, das 54.417 consultas agendadas na rede, 40% não tiveram o comparecimento dos usuários e nem aviso prévio da falta. As especialidades com maior índice de absenteísmo foram neurologia, com 58% de faltas do total de agendamento para a especialidade; em seguida, dermatologia com 55% de faltas e ortopedia com 39%.

No caso dos exames, os índices são ainda mais preocupantes: em 44% dos 98.265 exames agendados no primeiro semestre de 2018, os usuários não compareceram. Os principais exames com maior índice de falta foram: ultrassom de mamas com 45%, ultrassom transvaginal com 45% e do total de agendamentos para endoscopia, 36% estavam ausentes no dia e horário marcados. Esses exames são utilizados para diagnosticar, entre outras doenças, câncer de mama, tumores de ovários e câncer de estômago, respectivamente.

Como forma de contornar o problema, que compromete vagas que poderiam ser ocupadas por outras pessoas, a administração diz que adotou a estratégia do overbooking (excesso de reservas, em português) na marcação de exames. “Já contando com essas faltas, nós fazemos alguns agendamentos a mais. Por exemplo, numa agenda com 10 vagas, se a gente sabe que em média faltam duas pessoas, vamos agendar duas a mais, sempre respeitando o limite de atendimento dos profissionais. De qualquer forma, mesmo se comparecerem os 12 pacientes marcados, todos serão atendidos. Essa foi uma medida necessária para diminuir a perda de vagas por conta das faltas”, explica o assessor técnico de Gestão Estratégica, Victor Oliveira Chiavegato.

Mesmo com a estratégia do município, a recomendação é que o usuário também faça sua parte. Quando não puder comparecer no dia e horário agendados, o munícipe deve informar a unidade da rede de Atenção Básica que é sua referência, com pelo menos 15 dias de antecedência, para que a Regulação Ambulatorial consiga remarcar outra pessoa, e entrar em contato com o novo paciente. Este período será importante também para que o novo usuário tenha tempo hábil para realizar o preparo dos exames que apresentam essa demanda, como é o caso da endoscopia.

Para o usuário que desmarcou a consulta, caberá aguardar a unidade entrar novamente em contato para informar a nova data e horário agendados. Outra orientação importante é que qualquer alteração de endereço ou telefone para contato seja informado também na unidade, mantendo assim, os dados atualizados.

Texto: Redação

Foto: Divulgação

0 1 1445 11 setembro, 2018 Minha Região, Santo André setembro 11, 2018

1 comment

  1. Adriana

    Poderiam usar e abusar da tecnolgia para q não houvesse essas perdas.
    A nova gestão quer informatizar todos os postos e atualmente a grande maioria tem acesso ao celular.
    Existem programas q enviam mensagens confirmando ou desmarcando consultas.
    Seria uma ferramenta de ajuda para diminuir esses casos.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *